GRUPO ABRIL

Grupo Abril

Imprensa

Releases

Repórteres da SUPER encerram 2019 arrematando relevantes prêmios no jornalismo

16h10 7/01/2020

Para começar o ano com o pé direito, nada melhor do que saber que grandes talentos da Abril estão sendo valorizados e reconhecidos por seus trabalhos. No fim do ano, os jornalistas Guilherme Eler, Rafael Battaglia e Maria Clara Rossini receberam prêmios importantes por reportagens feitas por eles e publicadas na SUPERINTERESSANTE.

No 7º Prêmio Abear de Jornalismo, que elege as melhores reportagens do ano sobre aviação, a SUPER foi destaque duas vezes. Na categoria “Inovação”, venceu Rafael, de 21 anos, com a reportagem Asas Cortadas, em que explica o caso do Boeing 737 Max – o avião que nasceu como o maior sucesso comercial da história, e agora, interditado, ameaça o futuro da maior fabricante de aeronaves do planeta. “Foi uma honra ter sido escolhido em meio a tantas reportagens de excelência no primeiro prêmio que participo”, diz ele.

Já Guilherme, de 24 anos, venceu na categoria “Cargas” do mesmo prêmio, com a matéria A Morte Pede Carona, se aprofundando em um tema incomum: o transporte aéreo de cadáveres. “Conseguir fazer um recorte pouco usual do tema e ter meu trabalho reconhecido por especialistas em aviação civil foi algo inesperado – e, na mesma medida, gratificante”, conta o repórter.

Em dezembro, Maria Clara, de 20 anos, ganhou o Prêmio Sistema Fiepa de Jornalismo, maior premiação de jornalismo na Amazônia. “Nasci e cresci no Pará e sempre me senti responsável por trazer visibilidade para o meu estado e região, o que trouxe um significado ainda maior para o prêmio”, diz ela. A reportagem vencedora foi sobre a história do açaí, explicando como o alimento mais comum da região conquistou o mundo.

Os repórteres, ainda, agradeceram e reforçaram a importância da equipe da SUPER nessas conquistas: “Desde que entrei na redação, recebi muita ajuda de toda a equipe, e com essa matéria não foi diferente. Tanto os editores quanto a equipe de arte foram essenciais para a matéria e a qualificação para o prêmio”, encerra Maria Clara.